O poder da autovalorização para multiplicar dinheiro

O poder da autovalorização para multiplicar dinheiro

Sua vida começa agora, quando descobre que você se aprecia. É importante enxergar o belo no mundo, mas é mais importante ainda olhar para si mesma e enxergar essa beleza em si própria. A autovalorização é uma ferramenta poderosa!

MAS o que isso tem a ver com multiplicação de dinheiro? A resposta é simples: Se você se autovaloriza, você atrai gente que te valoriza. É esse comportamento que faz com que suas oportunidades se multipliquem e seu dinheiro cresça.

Quando você pensa o bem por você mesma, você ascende na carreira e, muitas vezes, isso é ainda mais forte que qualquer qualificação. É importante conhecer seu potencial e entender o seu próprio ritmo e suas próprias vontades. Quanto mais você conhece seu potencial, mais você tem controle sobre seu destino.

Você sabe onde quer chegar, sabe o caminho e não tem desvios. Portanto, se você quer ser uma mulher poderosa e multiplicar o dinheiro em sua conta, fale bem de você mesma. Faça disso algo comum em seu dia a dia. Todo dia você deve colocar uma gotinha a mais na sua autoestima.

Dando um passo além para se valorizar

Mas ainda há um problema maior que pode te impedir de ver seu dinheiro se multiplicar. Uma característica tão comum que todo mundo irá se identificar. Pior ainda, pode até soar normal, mas, com certeza é algo que precisa ser mudado. Quase como uma chavinha que precisa ser girada. Uma transformação que faz seu dinheiro sobrar.

Se você guarda muito dinheiro e sempre que tem um montante maior, vê um imprevisto que acaba com o dinheiro guardado, isso é fruto de crença limitante. Na verdade, todo comportamento que se repete em nossa vida e não deixa ela seguir em frente, é fruto de alguma crença limitante.

Uma crença limitante que te diz que o dinheiro não pode parar em sua mão. Como se ficasse um pensamento te falando que, se você for rica, vai se afastar da sua vida pessoal, vai ter que dividir seu dinheiro ou até perder seus amigos. Como se sua mente ficasse te mostrando um cenário de perdas por trás da ideia de enriquecer. Quase como se fosse algo ruim.

Ouro puro da Jaque
Áudios de ouro puro pra você.
https://t.me/portaljaquelinesalles

Trabalhar, trabalhar e trabalhar, mas quando menos perceber perder tudo e sentir que todo esforço não serviu para nada. Afinal, você não está programada para esse raciocínio que enxerga o lado bom dessa multiplicação de dinheiro.

Você é como um computador, você é programada para certas coisas. Algumas delas de modo quase instintivo. Coisas que você sabe instintivamente, quase uma programação visível, que está na sua memória imediata. Entretanto existem memórias escondidas, invisíveis, escondidas nessas memórias que você não lembra, mas que podem ser o a fonte de seus traumas e momentos que te marcaram.

E esses traumas estão grudado na sua cabeça. Acontecimentos que vão criando uma barreira. Esse impedimento serve quase como um repelente para seus novos pensamentos. Essas são suas programações.

O poder da autovalorização para multiplicar dinheiro

O que você aprendeu sobre dinheiro?

O modo como você lida com o dinheiro vem disso, principalmente, porque é uma junção do que você aprendeu com seus pais. As falhas deles criam uma programação que falhará no mesmo lugar. Você tratará de dinheiro do mesmo jeito que seus pais tratavam. E na falta de um dos dois, isso ainda cria uma ausência que será sentida por você na hora de tentar entender como multiplicar seu dinheiro. As ausências criam ausências também, na mais das vezes, quando isso acontece você repete isso com seus filhos, como se não pudesse quebrar esse ciclo vicioso.

Trabalha, trabalha, trabalha e não dá atenção para seus filhos. É preciso fazer uma reprogramação e acabar com isso. Uma mesma transformação que irá te ajudar a multiplicar seu dinheiro.

O problema dessa programação é que ela cria pontos cegos que fazem com que você não enxergue esses problemas. Tem coisas que você sabe que não sabe, mas também tem alguns detalhes que estão por lá e você não tem consciência.

Mas tudo isso pode chegar ainda mais longe e nos levar àquele comportamento que 90% das mulheres tem e as impede de multiplicar seus dinheiros. As pessoas podem vir de uma programação de escassez e precisam derrubar isso.

Estudar também é se autovalorizar

É preciso ficar sempre alerta ao conhecimento, continuar estudando, reciclar os pensamentos e manter essa normalização do estudo. Se não fizer isso, você vai volta para a escassez. Se não tiver o foco no próximo ponto da sua vida, você volta atrás.

Você descobrirá que tem coisas melhores. É preciso estar em constante desenvolvimento. Mas sobre tudo isso, precisa deixar de ser boazinha.

Mulher boazinha não enriquece. Seja competente, valiosa, dedicada e consciente. Para você, não para agradar quem está ao seu redor.

Ser boazinha, no caso, é alguém que só quer agradar. Quase reféns de uma migalha de afeto, e farão qualquer coisa por isso. Não existe comportamento pior do que ser só aquilo que as pessoas querem que você seja, porque isso é bom para elas, não para você.

Por isso é importante ser comprometida com você. Portanto, existe uma diferença entre ser altruísta e boazinha. O altruísta está pensando nos outros, quer que todos fiquem bem, não quer agradar, mas sim melhorar ela própria e todo mundo que está com ela nesse caminho.

Mas não se engane, deixar de ser boazinha é um treino. É preciso exercitar o dizer “não”. Quantas vezes você escuta o que não quer escutar só porque é boazinha? Quantas vezes você não é o que as pessoas querem que elas sejam?

O poder da autovalorização para multiplicar dinheiro

Autovalorização e desapego

Seja dona de você mesma. Se alguém quer te dizer algo, mas você não quer ouvir, não ouça. Valorize o dom da sua escuta. Escuta só o que quiser. Se posiciona pela sua escuta.

Você é responsável pelo que fala então também tem que ter responsabilidade pelo que escuta. Acaba fazendo mais pelos outros do que para você, escuta mais os outros do que escuta você própria. Se preocupa mais com os outros do que consigo mesma. Perde tempo e dinheiro com os outros, gasta suas soluções e opiniões com quem não deveria importar.

A boazinha adora dar opinião, mas nunca percebe que, ou as pessoas não respeitam sua opinião e não fazem o que você falou, ou se fazem, não lembra que foi você que falou. Portanto, fica presa a essa invisibilidade. Caminhe para a frente e deixe isso para trás.

As pessoas que não te interessam precisam ficar para trás diante da sua evolução. Se suas amigas não estão no seu ritmo, não estão se importando com você, então não as leve para frente. Melhor ainda, cria pelo contraste.

Se está incomodada com algo, mude. Se as pessoas ao seu redor não estão te agradando, transforme elas em passado. É o contraste te faz fugir da estagnação. Crie o mundo que você quer com as pessoas que você quer. Com o dinheiro que você quer.

Quando você se importa mais com você, reprograma seu computador e acaba com aquelas crenças limitantes. Sua vida começa quando você descobre que você é a responsável por ela. Seu dinheiro se multiplica quando você descobre que você é responsável por ele.

Agora que você já entendeu que tudo isso passa pela autovalorização, esse é o momento de olhar para sua vida e mudar seus hábitos pra se valorizar e multiplicar seu dinheiro cada dia mais!


Deixe Aqui o seu comentário:

You May Also Like