Como se comunicar melhor sem usar palavras?

por JAQUELINE SALLES
19 de novembro de 2020
0 Comentários
Como se comunicar melhor sem usar palavras?

Será que você está falando pouco e resolvendo pouco? Essa dúvida deve vir na cabeça de muita gente, por isso é tão importante a gente falar sobre um outro tipo de comunicação, uma onde você não usa palavras, mas sim usa o seu pensamento. E, conhecendo essa outra comunicação, você vai entender como se comunicar melhor.

Mas o maior problema disso é que você pode ter uma ideia pré-concebida, um preconceito, e isso te impedir de aprender essa técnica. É preciso passar por isso. Se você quer dar saltos em sua vida e conquistar objetivos, ir além de onde você está hoje, precisa vencer esse pré-conceito com a informação e com a comunicação.

O preconceito com a informação gera resistência, quem resiste não consegue aquilo que deseja. O preconceito é a ideia de que aquilo “não é para vocês”, “não é da sua religião”, “não é da sua vida” etc. São vários os impedimentos que sua mente cria.

Precisamos entender a ideia do sentimento à distância, entender essa telepatia e o quanto ela é um conhecimento milenar.

Uma vez, faz muito tempo, quando minha filha ainda era bem pequena, eu estava conversando com uma amiga pelo computador, enquanto ela estava ao meu lado brincando com umas peças de montar. Assim que fechei a conversa e o computador, minha filha perguntou “e o Robert? ”. Durante o tempo todo eu estava calada, só falando pelo computador, mas ela perguntou sobre o Robert, que era o marido daquela minha amiga com a qual eu estava conversando. E nem tínhamos falando sobre ele.

Fiquei curiosa e isso me levou a pesquisar sobre o assunto e chegar em diversas histórias. A ideia de o pensamento ser a cura é algo que sempre existiu, mas que, aos poucos, foi sendo renegado. Um conhecimento que foi afastado, principalmente do povo, enquanto começou a ser restrito às pessoas que têm poder.

Ouro puro da Jaque
Áudios de ouro puro pra você.
https://t.me/portaljaquelinesalles

Hoje a gente sabe como se comunicar

O tempo passou e hoje a gente consegue procurar a informação. Com isso, colocar em ação essa telepatia e várias técnicas ligadas a ela. O que nos leva a tentar entender o quanto essa telepatia já faz parte da nossa vida.

Você já teve a impressão de que estava falando e ninguém estava te escutando? Ou pior, estavam entendendo ao contrário do que você estava falando. Isso acontece porque cada um de nós tem seus filtros. Filtros no escutar, como se só certas coisas entrassem.

Do mesmo jeito que as paredes têm ouvidos, os ouvidos também têm paredes. No geral as pessoas só escutam o que elas querem escutar, por isso, nem sempre a comunicação verbal é efetiva. Esse é o nosso poder.

A gente descobre que temos grandes poderes, e com esses grandes poderes a gente tem que entender que temos grandes responsabilidades. Se conhecer só o raso, não terá grandes poderes, nem as responsabilidades, continuará presa onde estiverem.

E quando derem o primeiro passo perceberão o quanto isso é real. Assim como descobrirá que essas grandes responsabilidades também te darão grandes poderes, já que precisa ter a responsabilidade de procurar por esse poder. Um ciclo que se alimenta, mas que precisa ser despertado.

Confira então três pontos que te ajudarão a entrar no mundo da telepatia.

Como se comunicar melhor falar

Ponto 1 – Você se comunica através de imagens e sentimentos

Isso precisa ficar muito claro para você: Você se comunica através de imagens e sentimentos com as pessoas. Como se você trocasse imagens com elas.

Vamos supor que você quer que seu marido tome uma decisão, toda vez que você fala sobre isso, gera uma briga ou ele some. Isso pode ser medo, e toda vez que alguém tem medo, essa pessoa vai fugir, atacar ou paralisar.

Por isso, o primeiro passo é, a partir de agora, desistir da comunicação falada. Vai começar a enviar para ele as boas imagens dessa nova vida que você quer, por exemplo. E principalmente, vai parar também de reclamar mentalmente dele.

Quando você fica reclamando, esse pensamento sai e gera energias ruins, e aos poucos isso vai travando tudo, desde seu relacionamento, até sua casa.

A partir de agora você vai emanar imagens e sentimentos bons. Se você quer que seu chefe te promova, manda essa imagem para ele, não reclame dele.

Ponto 2 – A energia ao seu redor

Seu bairro e sua comunidade possuem uma identidade de pensamento própria. Por exemplo, um lugar que você mora pode ser considerado perigoso, então a telepatia ali está presente, pois todo mundo acha que aquele lugar é perigoso.

E as pessoas enviam imagens de perigo, o resultado é uma grande criação coletiva. Quanto mais a pessoas só falarem sobre aquilo, mais o seu local se torna “apertado” para você. Então é preciso sair dele e deixar essa vibração diferente.

O seu coletivo talvez pode ser o seu problema, não você. Esse medo e essa angustia podem não ser seus, mas de quem está perto de você.

Por isso é tão importante sair dessa ideia de que é necessário ficar naquele mesmo lugar, seja um bairro, trabalho ou grupo, por razões externas a sua. Se você quer que seu novo lugar se encaixe, você deve criar ele a partir de seus pensamentos.

Você muda o seu lugar e o quanto ele vai se encaixar em você, mas não ficará refém de fora dele.

Ponto 3 – A comunicação falada pode atrapalhar

A comunicação falada pode atrapalhar mais do que a não comunicação. Uma mão estendida com os dedos apontando para cima é sempre um “parou” ou “espere”. Não precisamos mais do que isso para entendermos essa mensagem.

Às vezes aquilo que a gente fala atrapalha mais que o silêncio. Muitas vezes o silêncio pode ser o melhor caminho.

Comunicação verbal, comunicação por telepatia, comunicação por imagens, comunicação através dos sentimentos, tudo isso pode ser um jeito mais eficiente de levar a informação para frente.

Mas isso não é possível se seus pensamentos estão desalinhados. Isso se torna uma contradição. Principalmente, pois seus pensamentos estão dominados e doutrinados e isso faz com que sua comunicação passe a ser ruim.

A comunicação começa no pensamento. Primeiro você pensa, depois você fala, então se seu pensamento não estiver alinhado, você não terá uma comunicação alinhada.

Se comunicar melhor não é falar, comunicação é estrutura. Por isso, não é só o que os outros ouvem, mas o que você quer passar para essas pessoas. A comunicação é o como você deseja que as pessoas aceitem suas palavras.

Por isso sempre é dito o quanto ouvir é diferente de escutar. É o aprender que difere. O que faz toda diferença para a comunicação em si.

Se você acha que fala muito e ninguém te ouve, talvez seja porque, na verdade, você está falando coisas que não são importantes.

Se você acredita que fala muito, passe a ouvir mais. Se acha que fala pouco, tente se comunicar mais. Mas mais importante, tente.

O nosso poder é o de entender que podemos ter esse poder e exercitar isso, como um exercício. É um caminho onde você alinha seus pensamentos, desembola os fios de sua mente e alinha seus pensamentos.

E quando você não acredita na criação e no poder da sua mente, tudo parece ser coincidência, mas não é, isso já acontece por causa de seu poder. Portanto, basta desenvolver isso e entender que a força de seus pensamentos talvez sejam maiores do que a força das suas palavras.

Deixe seu comentário
*O comentário só é liberado após ser verificado pelo administrador.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *