A procrastinação

Durante muitos anos eu estudei a palavra procrastinação e continuo estudando. Quais são as causas e consequências desse mal do nosso século?

Eu acredito que a nossa forma como passamos pela vida, é parecida quando estamos num carro. Estamos ali numa determinada velocidade, seguindo na direção dos nossos sonhos e objetivos, as vezes paramos. As vezes estacionamos. As vezes enguiçamos.

E muitas vezes para mudarmos a faixa precisamos olhar pelo espelho retrovisor que representa o nosso passado. Não é necessário estacionar no passado, só olhar já é o suficiente.

E para entender a procrastinação dos meus coachees eu precisei ir ao passado e descobrir os tipos básicos de procrastinadores.

A procrastinação e os procrastinadores

Existem dois tipos básicos de procrastinadores:

O procrastinador gênio e o procrastinador não merecedor.

O gênio é aquele que deixa tudo pra última hora porque sabe que é capaz de fazer e realizar. Um procrastinador gênio vive no nível da urgência e quando presente numa equipe de trabalho se torna um fardo porque tudo é realizado na última hora. Atrasa prazos e alcance de metas.

Procrastinador gênio foram crianças que eram  chamadas de inteligentes mas não cobraram a disciplina necessária para que essa inteligência se transformasse em resultado. Quando jovem, um procrastinador gênio até sobrevive mas pula de empresa em empresa e com o passar do tempo somatiza muito gerando no seu corpo algumas doenças do trabalho, geradas pelo estress e cobranças.

Já o procrastinador não merecedor é aquele que tudo vai dar errado, todas as ações não vão dar em nada pra ele, pode ser representado pela hiena pessimista que vive a repetir: oh vida, oh céus.

O procrastinador não merecedor foi a criança muito cobrada onde lhe diziam que ele não merecia nada ou que não fazia mais que a obrigação.

O não merecedor dentro de uma equipe tira toda a motivação e atrasa inovações.

O procrastinador gênio tem horror a crítica, a crítica o paralisa.

Já o procrastinador não merecedor, a crítica o alimenta. Ele é movido pela crítica.

Como deixar de procrastinar

Você agora já sabe Como se tornou um Procrastinador ou se convive com um e qual o tipo.

A dica que eu dou é: diminua a voz da autocrítica se você é procrastinador e se você convive com um procrastinador troque a crítica por um elogio sincero e faça solicitações. Procrastinadores de modo geral adoram fazer favores. Eles têm uma necessidade de agradar.

Se você quiser que eles façam algo por eles. Peça como se fosse para você!


Deixe Aqui o seu comentário:

Você também pode gostar