Os 5 mistérios do Coaching

O Coaching em si já é um mistério até mesmo para os Coaches a todo momento eu sou surpreendida por um resultado EXTRAORDINÁRIO de um mentorado, ou de alguém que ouviu uma palestra minha e até mesmo do meu próprio filho como você pode ver nesse vídeo aqui: assista o vídeo.

 

Onde ele relata que decidiu e emagreceu 10kg depois de uma sessão de Coaching comigo.

Sinceramente por essa eu não esperava e ainda é um mistério que me fascina os resultados alcançados por quem se permite conhecer de forma mais profunda essa filosofia.

 

Os mistérios do Coaching vão muito além do que simplesmente entender ou que é ou passar por um processo e até mesmo fazer uma Certificação.

 

Os cinco mistérios do Coaching que eu vou compartilhar com você agora fazem parte de uma compilação de cases de sucesso que fui catalogando ao longo da minha carreira e que sinceramente me surpreenderam não somente pelos resultados mas também pela forma  como ferramentas tão simples podem impactar tão profundamente a vida das pessoas.

 

Se você chegou até aqui é ou porque você é Caoch ou realmente tem curiosidade por essa filosofia então depois desses 5 mistérios ou a sua curiosidade vai aumentar e muito ou definitivamente você vai decidir ousar ir além fazendo diferente e aprender ainda mais.

 

Uma das lições que eu aprendi e que fez total diferença na minha vida foi: APRENDA COM QUEM FAZ.

 

Sim, pode parecer óbvio mas muitos de nós ignoramos o óbvio no nosso dia a dia.

 

Eu sigo essa lição todos os dias da minha vida e tem dado muito certo nos meus empreendimentos e eu desejo a você que aprenda e muito com esse post, comente e compartilhe comigo as suas descobertas.

 

Vamos ao 1o. mistério

 

Há 3 anos atrás uma linda jovem me procurou para realizar um processo de Coaching via skype.

A meta dela era: passar num concurso público.

 

Vamos a história:

 

Essa jovem recebeu a mesma educação dos irmãos e toda a família era concursada incluindo os pais, irmãos e primos.

Mas ela estava com uma dificuldade tremenda em passar num concurso e já estava nessa luta há sete anos.

 

Ela se dizia envergonhada, sem autoestima e totalmente desestimulado a continuar tentando

Já havia virado alvo de chacota nas conversas de família e tudo estava encaminhando para a vergonha e desistência.

 

Mas por que uma jovem tão estudiosa e promissora apesar de tanto esforço, disciplina e conhecimento não conseguia passar?

 

Na terceira sessão ela compartilhou comigo que era adotada e a crença estava presente ali: ela acreditava que não havia herdado a inteligência e capacidade dos pais e dos irmãos.

 

A partir disso trabalhamos as crenças mais profundas com as ferramentas do Método Louise Hay e ela venceu essa crença e hoje em dia já passou para vários concursos públicos e está muito bem colocada.

 

A crença do não merecimento por não ter herdado a genética da família era muito presente e a limitava de alcançar a meta.

 

E você já sabe qual é o mistério que está te impedindo de chegar aonde você quer?

 

2o. Mistério

 

Em outubro de 2013 um jovem executivo me procurou para fazer um processo de Coaching, na época eu estava trabalhando com carreira e a história desse jovem é bem interessante.

 

Ele dizia:

 

Jaque, eu tenho exatamente tudo que sempre quis, uma esposa maravilhosa que está se preparando para engravidar do nosso primeiro filho, moro no bairro que sempre sonhei e trabalho na empresa que quis trabalhar quando me formei.

 

Mas eu vivo atormentado não me sinto feliz.

 

E isso está me impedindo de crescer na empresa, tenho procrastinado ações importantes e me sinto mal grande parte do meu dia.

 

Na quarta sessão descobrimos que esse jovem tinha uma péssima ligação com o pai já falecido e que não havia perdão entre eles.

E que na empresa onde ele trabalhava o crachá o identificava com o sobrenome do pai.

 

Todos na empresa o conheciam pelo sobrenome do pai. Ela já havia se habituado com isso mas o que ele não sabia é que era nesse detalhe que estava o mistério:

 

por ele não ter boas lembranças do pai e tão pouco perdoado a cada vez que alguém o chamava pelo sobrenome da ancestralidade paterna ele se sentia mal.

Eram pequenas e imperceptíveis gotas de mal estar dia após dia que estavam minando a sua relação com o trabalho e consequentemente o deixando infeliz sem que ele pudesse perceber o real motivo.

É o que chamamos de pontos cegos.

 

Trabalhamos o perdão orgânico. Você pode conhecer essa ferramenta nesse audio book aqui.

Onde ele iniciou a jornada de perdoar o pai já falecido e também o auto-perdão por ter levado tantas memórias consigo por tanto tempo na vida.

 

E na sequência eu indiquei que ele pedisse a troca do nome no crachá caso isso fosse deixá-lo mais feliz e foi feito.

 

Algum tempo depois do fim do processo recebi um e-mail onde o jovem relatava um diferença circunstancial nas relações de trabalho e também uma promoção para um cargo que ele almejava há bastante tempo.

 

Será que existe algo que está impedindo você de alavancar a sua vida e você não consegue enxergar sozinho?

 

Vamos aos 3o.mistério

 

O dono de uma empresa familiar entrou em contato comigo em 2013 para fazer um processode Coaching, ela já conhecia a filosofia tinha feito uma formação e sabia da potência dessa prática.

 

A questão era que ele havia criado uma empresa familiar de produtos químicos onde todos os seus filhos trabalhavam com ele nessa fábrica.

Mas ele precisava expandir e expandir significava abrir uma outra fábrica em outro estado ou até mesmo em outro país.

Ele já estava com essa necessidade há anos sem sair do lugar.

 

Para realizar essa empreitada ele precisava pegar uma linha de crédtio no banco mas a procrastinação de ir até o banco estava se alastrando por meses.

 

Quando identificamos que esse empresário era o filho mais novo de 7 irmãos.

E durante toda a sua infância e adolescência ele somente recebeu as ‘sobras’ dos irmãos, roupas, sapatos e brinquedos já usados por todos e quando chegava a vez dele já estavam bem gastos e rotos.

 

Tudo que ele pedia para o pai ele recebia um sonoro: Claro que não. Eu não tenho dinheiro.

 

Anos se passaram o jovem venceu na vida, criou sua própria e próspera empresa e também uma linda família.

 

Mas, ele não era de solicitar. Não gostava de pedir e isso o estava impedindo de crescer como era necessário. Ir ao banco pedir equivali a pedir ao pai e o medo de ouvir não era muito grande apesar dele ter todas as condições e do ‘empréstimo’ já estar ate liberado.

 

Trabalhei com algumas técnicas de constelação sistêmica, da criança interior e também da Roda da Abundância com ele o que o levou a ter um grande resultado e hoje a sua filial está em outro país.

 

Esse foi um processo muto desafiador e prazeroso pra mim.

Hoje eu olho pra ele com facilidade mas na época eu sentia muito medo de não resolver esse mistério.

 

E você tem algo que você queira muito e que não está conseguindo solicitar?

Sabe que pedir pode ser muito mais fácil do que você imagina.

As pessoas não vão saber o que você quer se você não pedir.

 

Segue o 4o. Mistério

 

A vida nos prega muitas peças. As vezes eu digo que a vida é uma pegadinha que se você não entender acaba virando uma vídeo cassetada.

 

Essa foi uma das pegadinhas mais legais que eu passei na minha carreira como Coach só que eu só descobri que tinha sido legal anos depois.

 

Esse foi o meu segundo processo pago. Uma jovem senhora por volta dos 40 anos com uma bela situação financeira fruto de uma herança deixada pelo pai.

Ela não tinha nenhuma necessidade de trabalhar e passava seus dias alternando ócio com a necessidade de seguir todos os passos do namorado.

Desde seguí-lo, até olhar o celular e fazer ligações como se fosse ele.

 

Atitudes que a desgastavam bastante já que ditado diz: aquele que procurar vai encontrar.

 

Ela não tinha nenhum propósito de vida e quando não ocupamos a nossa mente com aprimoramentos os problemas que são do tamanho de uma lagartixa se tornam dinossauros horrorosos e essa coachee vivia num dilema que a deixava literalmente descabelada.

 

Saber se o namorado era fiel ou não era a missão diária dela.

 

Eu ainda era muito inexperiente e ela já havia pago as dez sessões. Ela se atrasava consideravelmente para as sessões e quando não ia me avisava sempre em cima da hora.

Como os encontros eram presenciais e havia o deslocamento esse comportamento passou a me incomodar bastante.

O meu feeling me dizia que teria que levá-la a encontrar um trabalho onde ela pudesse mesclar o uso do tempo com lazer e que isso a fizesse pensar mais nela própria ao invés de pensar nos supostos casos do namorado.

Claro que ela resistiu e a partir da quinta sessão resolveu suspender a ida aos atendimentos.

 

Eu recebi essa decisão bem até que ela me ligou querendo dinheiro que havia investido de volta.

Eu seguindo as orientações dos meus mestres e mentores disse que não devolveria o dinheiro e expliquei que ele ficaria guardado comigo para quando ela voltasse que se eu devolvesse o dinheiro para ela estaria cimentando as crenças dela que a fizeram sabotar o processo.

Confesso que essa não foi a conversa mais fácil da minha vida mas é o que é e foi o que foi.

 

Anos depois ela entra inbox me chama e me dá um feedback rápido: me agradeceu pelo processo disse que precisou de um tempo para absorver tudo e que havia encontrado a missão de vida dela, uma bela boutique de roupas no Recreio e  que estava enfim com o soho de morar com o namorado realizado.

 

E você quanto tempo suas fichas demoram a  cair?

 

O 5o.mistério

 

Esse é o meu próprio mistério aquele que me levou a abraçar a filosofia do Coaching.

 

Eu fiquei dez anos sem dirigir tinha um trauma que me impedia de seguir no volante eu tinha muito medo.

 

Até que dez anos depois eu decidi que venceria esse medo procurei um psicólogo que a princípio me diagnosticou como TDAH e me indicou a procurar um psiquiatra que me diagnosticou com bipolar.

 

Eu não aceitei nenhum desses dois diagnósticos e resolvi buscar as minhas respostas no autoconhecimento.

Se você já assistiu meus vídeos e palestras conhece a minha estante de livros e no auge da minha vontade de me transformar eu parei em frente a essa estante fechei os olhos, respirei, estendi a mão e veio o livro que transformou completamente a minha vida.

E ao abrir o livro ainda de olhos fechados eu abri exatamente no capítulo: MEDOS E FOBIAS.

 

E segui todas as instruções desse livro. Resumo da história em 21 dias eu tirei o carro zero da concessionária e o dirigi até a minha casa.

Pratiquei todas as técnicas que esse livro ensinava o adaptando ao meu próprio jeito de ser:

visualizei, afirmei, meditei, relaxei e consegui.

 

Depois de alcançar essa meta tão importante eu me tornei uma das primeiras do Brasil a me formar nesse método e também o utilizo em todos os meus trabalhos.

 

O livro é Você pode curar sua vida de Louise Hay. Que eu recomendo fortemente que todo Coach estude com frequência.

 

E você qual o diagnóstico que você aceitou como verdadeiro e que pode estar te limitando?

 

Eu espero de verdade que você tenha gostado desse artigo e que tenha descoberto qual o mistério que está te impedindo de alcançar suas metas e objetivos e consequentemente atrapalhando você de ter o estilo de vida que você deseja e merece.

Coach, é para te apoiar a gerar essas transformações que eu disponibilizo esse blog, as aulas online, os eventos ao vivo e também as turmas de Mentoria.

 

Eu desejo a você muito sucesso na sua jornada.

 

 

Vamos juntos!


Deixe Aqui o seu comentário:

Você também pode gostar